3 de abril de 2008

JUMPERS E PALADINOS

Estamos em 2008 e você ainda não suporta filmes de heróis?
Se esse é o seu caso então o post acaba aqui para você.
Vai ler outro blog enquanto isso.

Quer continuar lendo?
Então me conta por que eles insistem em inventar e reinventar heróis e levá-los ao cinema? É sério! Daria para criar um tipo de “Herowood” só com as próximas produções envolvendo heróis (alguns são até animais) que irão chegar aos cinemas neste ano.

Ainda assim, é possível encontrar uma subdivisão de filmes de heróis: aqueles em que o herói passa 60 minutos tendo a sua vida contada até a ação começar de verdade e aqueles em que após 5 minutos de história a ação começa e vai até o final e quando acaba você pensa: Mas já? O que acontece depois?

Sendo assim, em qual subdivisão você acha que Jumper está?
Acertou se optou pela segunda. O filme mostra um novo tipo de herói: um jovem egoísta, que passa boa parte da juventude pensando só em si mesmo e tirando vantagem de tudo. Parece que nem reencontrando o amor da sua vida (a coisa mais clichê) isso muda, ele ainda continua sendo egoísta.

Mesmo assim, o que faz de Jumper o bom filme é que nós não somos forçados a ouvir explicações absurdas para tudo e nem a entender exatamente o que está acontecendo. Estamos quase que na mente do personagem principal descobrindo as coisas no mesmo tempo que ele e isso pode ser surpreendente!

Não vou ficar aqui te dando razões para assistir, mas pode corre lá e assista assim mesmo porque além de bacana, o filme deixa várias perguntas no ar e ainda traz como garota linda/inocente/indefesa principal a Rachel Bilson (Summer de The O.C).

PS: Só sabe o que é um paladino quem fez uma busca no Google ou quem teve paciência e assistiu ao filme.

3 comentários. Comenta aí!:

danieldliver disse...

Corri lá ontem para assistir! Curto, mas interessante do começo ao fim. De Herói os jumpers não têm nada (ou quase nada). Muito tosco o personagem de Samuel L. Jackson justificando sua caça aos jumpers: "Só Deus deveria ter o poder de estar em todos os lugares..." Mereceu ficar no meio do nada no fime do filme. Abraçow!

Lucas Santtos disse...

eai cara. entao eu assisti a esse filme no ultimo domingo! gostei muito do filme tb, mesmo tratando de herois eu achei a formula um pouco diferente. tipo ele nao é aquele mocinho bonzinho, de familia rica que sai usando seus poderes para salvar a tdos. isso foi uma das coisas que me chamou a atenção! Os efeitos especiais sao um show a parte e a introdução da Música da banda The Fray no filme o deixou ainda mais perfeitO! A participação da minha tao querida Rachel foi mais um show a parte. eu gosteii muitO!! Nota 9,6 pro filme. o defeito foi ter sido um tanto curto e o final ter sido simples!
----
Cara aceita uma parceria ae? Troca de Links dos nossos blogs??? responde la!

Lucas Santtos disse...

eai cara, ja te add na minha lista de blogs. me add aqui na sua tB!

HIMYM é mesmo uma serie muito boa, ja gostei de cara.. me diverti muitooo.;
Samantha Who eu tenho alguns episodios no Pc mais até agora nao consegui começar a ver a serie.

volta lá! post novoo;