24 de janeiro de 2008

DEUS ESTÁ DISPONÍVEL

Você já parou para olhar e ver ao redor a quantidade de anúncios que te cercam?
De manhã ao abrir o jornal, um pop up ao entrar no site da UOL, na traseira de um ônibus que cruza a rua... Tem anúncios em todos os lugares. Todo mundo tem algo a oferecer, é uma disponibilidade incrível de produtos.

Qual foi a última vez que você trocou de celular? Confesso que a cada dia que passa fica mais difícil de permanecer com o mesmo modelo por mais de 10 meses. Tudo muda muito rápido e na hora de comprar são tantos modelos e funcionalidades que fica difícil escolher um que tenha tudo o que quero, afinal todos tem o que quero e o que não preciso. Quando fui comprar o meu mais recente (no último Natal) escolhi pelo preço e pelo visual: queria um bem baratinho e que ao mesmo tempo parecesse ser bem mais caro. Não foi difícil encontrar o meu Motorola.
Mas o que isso tem haver com Deus? Será que dessa história toda de disponibilidade e celulares podemos aprender algo? Eu creio que sim e vou te provar:

DEUS ESTÁ DISPONÍVEL
Deus não se compra numa loja, mas Ele vem sendo anunciado como um produto em muitas. Em nossas Igrejas evangélicas, em nossos eventos, em nossos convites... É como um anúncio bem grande em cada esquina dizendo: Deus está aqui e quer ter um relacionamento com você. Mas todo produto tem um preço e se Deus tivesse um preço seria dividido em vários modelos: do mais caro e funcional ao mais barato e fútil.
O BARATO E FÚTIL
Alguns caem em nossas estratégias de marketing e de fato decidem ter Deus morando neles, mas querem pechinchar. Querem Deus por um preço cômodo, que não exija muito. São os clientes nada exigentes, que querem apenas “um celular que ligue e faça ligações”. Como eu explicaria esse grau de intimidade com Deus?

Como uma relação simples. A pessoa acorda e ora, almoça e ora, vai dormir e às vezes hora. Vai a Igreja com os pais, participa de alguns eventos, mas na verdade nunca se envolveu com o Deus que anunciamos anteriormente. Para alguns o pouco é o bastante.

O CARO E O FUNCIONAL
Ainda bem que existem os clientes mais exigentes, pois eles nos impulsionam a uma louca tentativa de surpreendê-los. Louca, porque nem todos acreditam. Esses sim querem o melhor do que já é bom, querem Deus além de qualquer evento ou ato de religiosidade, querem Deus por completo, querem uma amizade, um relacionamento. As ofertas são muitas, mas se queremos ter o melhor é preciso pagar mais caro, é preciso trabalhar para ter e MANTER!

Lembro que ao comprar meu segundo celular minha mãe disse: Não adianta um modelo da moda, é preciso ter o dinheiro suficiente para mantê-lo mensalmente. Com Deus não é diferente! Não basta lutar e perseverar para tê-Lo de forma abundante é preciso ter condições de manter a Sua presença. Alguns aparelhos saem de moda rápido, mas Deus não! Ele é o mesmo desde a criação do mundo, mas as formas de adorá-Lo e mostrá-Lo ao mundo evoluíram e fazem dEle o que há de melhor a se oferecer.

E esse sucesso nenhum iPhone pode ofuscar.

3 comentários. Comenta aí!:

Wagner Santos disse...

Cara,
Parabéns pelo post. Muito legal. Nos leva a refletir qual a importância de Deus em nossas vidas.
Legal.

Lion of Zion disse...

Certos evangelistas e evangelismos não passam de venderos de herbalife e suas reuniões promocionais de produto.

CAÇULA disse...

confesso que estou curtindo essa nova experiência de passear em blogs como esse, que com palavras simples são precisos, diretos, objetivos.
DEUS... é a nossa força!!

vou colocar um link no meu blog ...abraço meu irmão!!